Análise da música A Canção do Senhor da Guerra - Legião Urbana


A música " A canção do Senhor da Guerra" nos remete a um dos principais problemas da humanidade a guerra.

Embora a guerra exista em todas as nações essa música foi analisada focando nos EUA e nos conflitos que os norte americanos se meterem ao longo dos tempo.


A canção do senhor da guerra
Legião Urbana




Existe alguém esperando por você
Que vai comprar a sua juventude
E convencê-lo a vencer

O recrutamento militar em muitas partes do mundo é obrigatório e foi assim até a década de 70 nos EUA, a partir de 1980 o alistamento passou a ser voluntário, embora voluntário a demanda de soldados sempre foi grande não precisando recrutar mais jovens sem a sua vontade.

Mais uma guerra sem razão
Já são tantas as crianças com armas na mão
Mas explicam novamente que a guerra gera empregos
Aumenta a produção

Nos EUA a indústria bélica é um dos maiores gastos da receita norte americana, durante a Guerra Fria foi gastado bilhões de dólares em armamentos para os EUA estar a frente da URSS. Muitas cidades tinham praticamente toda sua receita vindo da indústria bélica, situação que acontece até os dias de hoje. 

Uma guerra sempre avança a tecnologia
Mesmo sendo guerra santa
Quente, morna ou fria
Pra que exportar comida?
Se as armas dão mais lucros na exportação

E inegável que a guerra faz com que muitas descobertas tecnológicas aconteçam, podemos citar a internet, microondas, GPS etc.
O mercado da guerra é muito amplo e sempre tem nações em conflitos, os país que investem nesse mercado normalmente tem lucros garantidos. Durante a Guerra Fria a URSS e os EUA armaram muitos país que eram seus apoiadores ideológicos 

Existe alguém que está contando com você
Pra lutar em seu lugar já que nessa guerra
Não é ele quem vai morrer

Nas guerras os principais causadores dificilmente vão para o fronte de batalha e quanto mas rica e a nação mais longe os líderes ficam do campo de batalha. 

E quando longe de casa
Ferido e com frio o inimigo você espera
Ele estará com outros velhos
Inventando novos jogos de guerra

Nas guerras temos dois grupos que estão do mesmo lado os soldados, que realmente vão para guerra e os generais que ficam em seus gabinetes apenas articulando o que será feito.

Que belíssimas cenas de destruição
Não teremos mais problemas
Com a superpopulação
Veja que uniforme lindo fizemos pra você
E lembre-se sempre que Deus está
Do lado de quem vai vencer

Os conflitos armados geralmente matam milhares ou até mesmo milhões de pessoas , em sua maioria civis que não tem nada a ver com as motivações que geraram a guerra. 
Quando o autor da música fala que "deus esta do lado que vai vencer" podemos entender como uma ironia já que a história e contada pelo vencedor que entende que seus atos são justos.

Existe alguém que está contando com você
Pra lutar em seu lugar já que nessa guerra
Não é ele quem vai morrer

Nas guerras os principais causadores dificilmente vão para o fronte de batalha e quanto mas rica e a nação mais longe os líderes ficam do campo de batalha. 

E quando longe de casa
Ferido e com frio o inimigo você espera
Ele estará com outros velhos
Inventando novos jogos de guerra]

Nas guerras temos dois grupos que estão do mesmo lado os soldados, que realmente vão para guerra e os generais que ficam em seus gabinetes apenas articulando o que será feito.

Que belíssimas cenas de destruição
Não teremos mais problemas
Com a superpopulação
Veja que uniforme lindo fizemos pra você
E lembre-se sempre que Deus está
Do lado de quem vai vencer

Os conflitos armados geralmente matam milhares ou até mesmo milhões de pessoas , em sua maioria civis que não tem nada a ver com as motivações que geraram a guerra. 
Quando o autor da música fala que "deus esta do lado que vai vencer" podemos entender como uma ironia já que a história e contada pelo vencedor que entende que seus atos são justos.

O senhor da guerra
Não gosta de crianças
O senhor da guerra
Não gosta de crianças
O senhor da guerra
Não gosta de crianças
O senhor da guerra
Não gosta de crianças
O senhor da guerra
Não gosta de crianças
O senhor da guerra
Não gosta de crianças

Numa guerra as principais vitimas são as crianças que vêem as possibilidades de futuro delas irem embora pela a ganância do homem ou melhor o senhor da guerra.


Sobre o Autor:
Felipe Carreira
Felipe Carreira. Historiador e técnico em informática. Especialista em uso de mídias e tecnologias em educação. Estuda sobre a pirataria no Atlântico com ênfase no século XVII e XVIII. Criador deste espaço virtual para o GEACB. Produz vídeos e documentários sobre a História da América,.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...